Artista Visual

Suas imagens interpretam afetos da natureza e do ser humano.

sábado, 31 de dezembro de 2011

2011 foi assim... parte 1 -

Amor

Passeios com amor


Pedro Henrique - priminho lindo

Navegando pelo Atlântico e Mar del Plata

Uruguay

Argentina
Montevidéu




Mata AtlânticA

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Inspira-ação do dia: Thiago de Mello

Os Estatutos do Homem (Ato Institucional Permanente)
A Carlos Heitor Cony


Artigo I 
Fica decretado que agora vale a verdade.
agora vale a vida,
e de mãos dadas,
marcharemos todos pela vida verdadeira.

Artigo II 
Fica decretado que todos os dias da semana,
inclusive as terças-feiras mais cinzentas,
têm direito a converter-se em manhãs de domingo.

Artigo III 
Fica decretado que, a partir deste instante,
haverá girassóis em todas as janelas,
que os girassóis terão direito
a abrir-se dentro da sombra;
e que as janelas devem permanecer, o dia inteiro,
abertas para o verde onde cresce a esperança.

Artigo IV 
Fica decretado que o homem
não precisará nunca mais
duvidar do homem.
Que o homem confiará no homem
como a palmeira confia no vento,
como o vento confia no ar,
como o ar confia no campo azul do céu.

Parágrafo único: 
O homem, confiará no homem
como um menino confia em outro menino.

Artigo V 
Fica decretado que os homens
estão livres do jugo da mentira.
Nunca mais será preciso usar
a couraça do silêncio
nem a armadura de palavras.
O homem se sentará à mesa
com seu olhar limpo
porque a verdade passará a ser servida
antes da sobremesa.

Artigo VI 
Fica estabelecida, durante dez séculos,
a prática sonhada pelo profeta Isaías,
e o lobo e o cordeiro pastarão juntos
e a comida de ambos terá o mesmo gosto de aurora.

Artigo VII
Por decreto irrevogável fica estabelecido
o reinado permanente da justiça e da claridade,
e a alegria será uma bandeira generosa
para sempre desfraldada na alma do povo.

Artigo VIII 
Fica decretado que a maior dor
sempre foi e será sempre
não poder dar-se amor a quem se ama
e saber que é a água
que dá à planta o milagre da flor.

Artigo IX 
Fica permitido que o pão de cada dia
tenha no homem o sinal de seu suor.
Mas que sobretudo tenha
sempre o quente sabor da ternura.

Artigo X 
Fica permitido a qualquer pessoa,
qualquer hora da vida,
uso do traje branco.

Artigo XI 
Fica decretado, por definição,
que o homem é um animal que ama
e que por isso é belo,
muito mais belo que a estrela da manhã.

Artigo XII 
Decreta-se que nada será obrigado
nem proibido,
tudo será permitido,
inclusive brincar com os rinocerontes
e caminhar pelas tardes
com uma imensa begônia na lapela.

Parágrafo único: 
Só uma coisa fica proibida:
amar sem amor.

Artigo XIII 
Fica decretado que o dinheiro
não poderá nunca mais comprar
o sol das manhãs vindouras.
Expulso do grande baú do medo,
o dinheiro se transformará em uma espada fraternal
para defender o direito de cantar
e a festa do dia que chegou.

Artigo Final. 
Fica proibido o uso da palavra liberdade,
a qual será suprimida dos dicionários
e do pântano enganoso das bocas.
A partir deste instante
a liberdade será algo vivo e transparente
como um fogo ou um rio,
e a sua morada será sempre
o coração do homem.


Santiago do Chile, abril de 1964 

Foto de Ruth Albernaaz

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

domingo, 11 de dezembro de 2011

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

As Bençãos - Manoel de Barros

Fragmento da Exposição que estamos preparando
Escrito por Ruth Albernaaz

Arte de Adriana Milano



Costumização de Mary Jay

Quadro de Ruth Albernaaz

terça-feira, 29 de novembro de 2011

DE PASSARINHOS

DE PASSARINHOS
Para compor um tratado sobre passarinhos
É preciso por primeiro que haja um rio com árvores
e palmeiras nas margens.
E dentro dos quintais das casas que haja pelo menos
goiabeiras.
E que haja insetos para os passarinhos.
Insetos de pau sobretudo que são mais palatáveis.
A presença de libélulas seria uma boa.
O azul é muito importante na vida dos passarinhos
Porque os passarinhos precisam antes de belos ser
eternos.
Eternos que nem uma fuga de Bach.

Manoel de Barros (Tratado Geral das Grandezas do Ínfimo).

domingo, 27 de novembro de 2011

Um passeio por INHOTIM - parte 1.

INHOTIM - INSTITUTO DE ARTE CONTEMPORÂNEA E JARDIM BOTÂNICO

Estive por uma semana em Belo Horizonte - a cultura mineira tem muito a ver com minha raiz paterna - amei tudo - principalmente porque aprecio e vivo no mundo da Arte.
Foi muito especial visitar e me hospedar na casa do casal de amigos Cris Façanha e Everton Barbosa. Eles me proporcionaram um presente inesquecível - conhecer Inhotim - grata amigos por tudo!!!
Hoje compartilho a primeira parte dessa aventura no universo da Cultura/arte/natureza vivida em Inhotim. ( Pena que não pode fotografar dentro das galerias).





Orquidário



Essa  árvore é uma das atrações do Jardim  - Tamboril.
Lá te uns bancos de madeira que são gigantes - me senti pequenininha...


Cris (a direita) e eu.




Acesse o site Inhotim


Fotos de Cris Façanha e Everton Barbosa.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Bazar 'Passarinhos gostam de goiaba e de mim'

Apresentamos alguns detalhes do Bazar Passarinhos gostam de goiaba e de mim.

Esperamos todos por aqui...

Tapetes da Gislaine Lourenço

Móveis da Candeia e do design Daniel Firmo


Arte mineira de Teresa Aguiar  - Muirakitan



Artesanatos em tecido da Mariana Camargo  - D'Maroca.

Crochês da Maria Clara - Dona Prudência


Relicários de Adriana Milano  - Bendito Santo e
 livros da Editora Tanta Tinta - Ramon Carlini e Elaine Caniato.



Cabideiro pássaros de Daniel Firmo

Camisetas da Jaine Roque - Mary Jay.


Adriana Milano.

Espaço Magnólia - próximo ao Restaurante Cedrus
Quinta e sexta das 16 às 20 h e sábado das 9 às 22 h.
Descontos de até 70%
 Expondo seus produtos:

Saco de Luxo
RUTH ALBERNAAZ
Teresa Aguiar
Creuza Medeiros
Adriana Milano
D'Maroca
Mary Jay
Candeias Móveis
Editora Tanta Tinta
Daniel Firmo
Cartola Bistrô
Da Ilha
Gislayne Lourenço
etc
etc

Fotos de Creuza Medeiros.