segunda-feira, 29 de abril de 2019

terça-feira, 9 de abril de 2019

Raízes do Tempo



Raízes nos tempos – celebração dos 300 anos de Cuiabá

Raízes nos tempos é o tema escolhido para a série de dez poemas de escritoras que produzem em Mato Grosso. Um panorama de raízes diversas, raízes aparentes e subterrâneas, que se espalham através dos tempos, meios e solos. Todos os poemas se compõem de matérias brutas absorvidas em escritas femininas.  Em cores e cantos, as pinceladas da artista visual Ruth Albernaz vibram em possibilidades de voos junto aos poemas. As sinfonias em ciclos são retomadas a cada nova (re)escrita, a cada nova (re)leitura, a cada nova esperança de vida – raízes nos tempos.
Poemas: Florada de Juçara Naccioli, Periférica de Luciene Carvalho, Saturação de Marta Cocco, Há(tempo)ral de Pacha Ana, Fardo de Marli Walker, Esporófito de Divanize Carbonieri, Moça de Rapper Azul, Ruído singular de Lucinda Nogueira Persona, Maternidade de Anna Maria Moura e Não estarei onde me termino de Ângela Coradini.

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Sarau de Encerramento da Exposição Centenário Manoel de Barros



Estamos perto do encerramento da Exposição Centenário Manoel de Barros. Nisso, proporcionaremos para vocês um maravilhoso sarau para encerrar as atividades que será realizado entre às 18h e 22h do dia 28 de fevereiro no Museu de Arte e de Cultura Popular da Universidade Federal de Mato Grosso.

O horário de funcionamento do Museu de Arte e de Cultura Popular é de segunda a sexta-feira - Manhã das 7h30 às 11h30 / Tarde das 13h30 às 17h30.

Página da Exposição no Facebook: 
Centenário de Manoel de Barros em Cuiabá

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Paisagem imaginária do Cerrado

O Cerrado na primavera quando sofre o stress hídrico me ensina a ter resiliência e acreditar que a vida estará sempre seguindo seu percurso natural...

Acreditar no fluxo da vida, eis um grande desafio para todos nós.

O silêncio está úmido de aves

Manoel de Barros

Ruth Albernaaz, mista sobre tela, 30x70cm, 2017


Visite o ateliê Maloca do Quati
Rua Ricardo Franco, 609
Centro Histórico de Cuiabá - MT

terça-feira, 30 de maio de 2017

Inspirado em Manoel de Barros



Olhar para todos os lados, olhar para as coisas mais pequenas, e descobrir em todas uma razão de beleza.

Agradecer a Deus, que a gente ainda não sabe amar direito. A harmonia que a gente sente, vê e ouve.

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Inspirado no livro de Manoel de Barros "Matéria de Poesia" de 1970



Tudo aquilo que nos leva a coisa nenhuma
e que você não pode vender no mercado
como, por exemplo, o coração verde
dos pássaros,
serve para poesia