Artista Visual

Suas imagens interpretam afetos da natureza e do ser humano.

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Notícia sobre o Coletivo Não reclame do calor plante uma flor



http://www1.folha.uol.com.br/empreendedorsocial/minhahistoria/2014/01/1397005-para-amenizar-o-calor-amigos-criam-coletivo-para-plantar-arvores-em-cuiaba.shtml

13/01/2014 - 15h06

Para amenizar o calor, amigos criam coletivo para plantar árvores em Cuiabá

Publicidade
DE SÃO PAULO
Ouvir o texto
Cansados de ler reclamações nas redes sociais sobre o forte calor que atinge Cuiabá, em Mato Grosso, um grupo de amigos resolveu sair do mundo on-line e pôr a mão na massa, ou melhor, na terra.
O grupo criou o coletivo "Não reclame do Calor, Plante uma Flor" que propõe uma solução simples para o problema que aflige os moradores: plantar mudas de árvores para diminuir o calor. Além disso, procuram sensibilizar, conscientizar e incentivar a população sobre a importância que todos têm em preservar a natureza.
"Cuiabá é uma cidade quente, chega até a 45º C no pico de calor. Eu resolvi escrever uma carta para os amigos para que parássemos de reclamar do calor e plantássemos flores", conta a integrante do coletivo Ruth Albernaz.
Apesar de o calor está presente na cidade praticamente durante todo o ano, o grupo notou que ele é sentido de maneira mais intensa nos locais com asfalto e altas construções. "A ideia é rearborizar a cidade e melhorar nossa qualidade de vida. Porque, se vivermos na sombra, teremos cerca de 3 graus a menos", constata Albernaz.
O coletivo "Não reclame do Calor, Plante uma Flor" pretende tornar-se um modelo de mobilização urbana e servir de exemplo para outros lugares. "A nossa cidade precisa voltar a ser um local verde", acredita a integrante do grupo Érica Mello.
O coletivo aponta os seis passos para levar a iniciativa para o dia a dia de qualquer cidade: escolha o ambiente que irá plantar e observe as características do local; consiga uma muda pronta ou cultive sua própria semente; prepare a terra, afofe, adube e cave o buraco; plante sua muda; regue sua planta e conviva com ela.
"Uma ideia que povoa nossos pensamentos e sentimentos é que, mesmo estando na cidade, a gente coabita esse espaço. Quando plantamos uma árvore não é só para nós, seres humanos, mas também para os animais", conta Albernaz.
Iracema Albernaz é moradora da Chapada dos Guimarães, também em Mato Grosso, e acredita que o plantio das árvores também deve acontecer em seu município. "Temos que plantar muitas árvores, porque o calor está muito [forte]. Se na Chapada, que era fresco está assim [quente], imagina em Cuiabá?", diz.
Para Ruth é importante que o processo do plantio envolva os vizinhos e toda comunidade. "Assim você cuida da sua árvore, ele pode futuramente plantar e cuidar da dele."

Um comentário:

Ana Paula disse...

Ruth, adorei conhecer essa iniciativa!
beijo.